terça-feira, 18 de outubro de 2011

Noite IV



Noite... Noite que chega, calma,
Sedutora, de sombras e silhuetas
Que nos embalam em histórias de amores perdidos...
Noite que conta a vida dos amantes,
Dos que amam e são errantes,
Dos que sentem e desejam...
Noite que nos leva em sonhos tantos,
Que nos ilude com a luz da lua,
Que nos encanta e nos feitiça...
Noite onde todos os sonhos se desvanessem
Se nesta cama não te deitas.
Noite que me iludes com desejos,
Com quereres e devaneios,
Que em fumo se desfazem
Se comigo não te deitas...

17/10/2011

Sem comentários:

Enviar um comentário