sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Sinto teus dedos...

Sinto teus dedos,
Deslizando-me o corpo,
Acariciando-me as formas,
Desejando-me as curvas.
Sinto teus dedos
Levantarem-me a pele,
Estremecendo-me,
Arrepiando-me.
Sinto teus dedos,
Lendo-me os desejos,
Desfiando-me os quereres,
Desvendando-me as vontades.
Sinto teus dedos,
Suaves, lentos
Entranharem-se em mim,
Penetrando-me o corpo,
Esventrando-me o ventre!
Sinto teus dedos loucos,
Insanos, vai-e-vem demente!
Fogo que me queima,
Que me devora,
Que se intensifica,
Que me descontrola,
Que me faz ser tua...



16/12/2011

5 comentários:

  1. Sinto o desejo e o fogo.. delicioso pazer...Parabéns Cat....

    ResponderEliminar
  2. Com os meus dedos leio-te o corpo, arranco-te no olhar os desejos, implorando e guiando os meus dedos.
    Olhos nos olhos, vais vejo o descontrolo e aumento-o com as minhas vontades!
    Dentro do teu ser, liberto-te até ao suspiro final, onde te acalmo desse momento íntimo, com um abraço fogoso, caloroso e amável!
    Perante tal violência, deixo-te segura no meu abraço onde permaneces e descansas...

    PS - Lamento responder na primeira pessoa, mas há tanto calor nas tuas palavras que, se respondesse na terceira pessoa, pareceria frio, morto e sem emoção... (corrige-me caso esteja enganado ou interpretes como abuso da minha parte)

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Que texto intensamente voluptuoso...
    Bjs prometidos

    ResponderEliminar