segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Sabes?

Sabes que te penso,
Que te sinto,
Que te desejo?
Sabes que és parte de mim,
Que não vivo sem ti,
Sem o teu sorrir,
Sem o teu sentir,
O teu falar,
O teu querer?
Sabes que me invades o pensar,
A todo o momento,
A todo o instante,
Como cada inspiração de ar?
Sabes que me fazes viva,
Sempre que recordo teu sorrir,
Sempre que te sinto o respirar,
O bater do coração junto ao meu?
Sabes que és tu quem me alimenta,
Quem me dá força, me alenta,
Quem me faz querer ser rio,
Querer correr para o mar
E em ti desaguar?
Sabes que me inundas,
Com teu cheiro,
Com teu abraço,
Com teu desejo?
Cada palavra não dita,
Cada beijo não dado,
Cada abraço não sentido,
São tudo que quero.
Não quero perder nada de ti,
Quero saber-te completo,
Saber-te os sonhos,
Saber-te os desejos,
Os medos e o que te move.
Sabes que me és a vida,
Incerta, louca, incontida,
Viver-te sem receio,
Ter-te por inteiro,
Meu e ser tua...

16/01/2012

1 comentário: