segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Vem tocar


O teu olhar imenso e profundo,
Vê-me o corpo e ainda a alma,
Vê mais do que tudo isso,
Vê em mim a mulher.
Teus lábios são de desejo,
Tua boca a minha procura,
Sem pudor e sem pejo,
Logo teu sabor invade a minha.
Teu querer e sentido,
No beijo, no abraço,
No corpo no meu espremido,
No ouvido apenas um gemido...
Louca entrega me fazes dar,
Meu corpo assim, sem parar,
Sem temer o teu roubar
De tudo em mim querer provar...
O teu olhar que me devora,
Suave, quente e sem demora,
Foi apenas num ollhar,
Que eu sabia, me iria entregar...
Anda! Toma-me!
Sou tua!
Para de olhar e vem, vem tocar...


21/09/2011

Sem comentários:

Enviar um comentário