segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Tempos...

A vida e feita de encontros e desencontros. De horas certas e minutos que se adiantam ou atrasam. Os tempos dos amantes nunca sao os mesmos.
Uns sufocam de ansiedade, de tanto querer, receio que o tempo se esgote, que passe tao rapido como se sente, que o amanha seja hoje. Vontade de viver, de querer partilhar.
Outros, pelo contrario, sao temerarios do tempo que vem, quase sufocam com medo do amanha, vivem desejando que o ontem fosse hoje, pois e mais seguro.
E nos? Como e o nosso tempo?
A nossa historia poderia ser outra, poderiamos ter percebido tanto antes. Mas, tudo tem um tempo.
Se assim nao fosse eu nao seria a mulher que sou hoje e tu, tu o homem que me fascina e completa.
Sim, ja sei: mas porque tudo tem de ser tao complicado? Tao dificil?
Sim, o tempo corre diferente para nos.
Eu sei que o teu urge! Que precisas ser e sentir-te feliz o quanto antes.
Mas o meu tempo, esse anda devagar para ti. E inseguro no amanha, no que ha-de vir.
Receio de falhar, de nao te conseguir fazer feliz, conseguir que todos os teus dias sejam felizes, ou pelo menos a maioria dos dias.
E no entanto, com tanta vontade de dar um passo seguro, acabo por fazer o contrario do meu desejo.
Tempos incertos, errados e desencontrados o dos amantes.

26/02/2012

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Angel,
      Gosto de te ter por cá.
      É sempre um prazer.

      Beijo(te)

      Eliminar
  2. Os amantes são os que amam, não os que seguem a vida juntos!
    Amantes são os que vivem para agradar e não os que esperam dormir empatados.
    Amantes são os que não vivem na tristeza de não saber o dia de amanha, porque confiam que só melhor poderá ser...
    Não é simplesmente complicado porque nem eu nem tu temos resposta.
    Mas deixa-te ficar...
    Volta a encostar o teu corpo ao meu, no alpendre, numa tarde de sol e nada mais e o tempo viverá...

    ResponderEliminar