terça-feira, 30 de abril de 2013

Ânsia



Há uma ânsia crescente em mim,
Que me denuncia a vontade,
Pelo olhar que te pousa na pele,
Pela boca que se entreabre
No desejo de em ti mergulhar.
Um querer que se expressa
Sem sons ou palavras,
Apenas um perceber
Que se sente no ondular
De cada um dos meus passos.
Uma entrega antes de me dar,
De me entregar aos teus desejos,
De me deixar subjugar aos teus caprichos,
De me te dar sem limites ou medos,
De seres e existires em mim,
Sem precedentes,
Desde sempre.
 

28.Abr.13

8 comentários:

  1. dedos de seda...é assim a tua escrita!


    beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E tu que brilhas sem te dares conta...

      Beijo(te)

      Eliminar
  2. e eu que me identifico nesse poema...
    bom feriado
    beijo XXL :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão bom uma entrega destas, não é Bia?

      Beijo(te) XXXXL!!

      Eliminar
  3. Doce e imaculada entrega...de Corpo e Alma, tal como deve ser :)
    Lindo!

    Beijos *Estrela*dos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só vale a pena quando assim é...

      Beijo em ti!

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Desde e para sempre!! E quem não gosta? ;)

      Beijo grande

      Eliminar